O Inimigo Derrotado

O Inimigo Derrotado

 

“Chegou a hora de ser julgado este mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo.” (João 12:31)

Martinho Lutero estava certo quando escreveu as palavras do hino Castelo Forte é Nosso Deus: “Pois o nosso antigo inimigo procura nos infligir aflições e desgraças, armado com seu ódio cruel, sua força e poder são grandes, como nada na terra é igual”.

Se você é um cristão, então deve ter consciência de que tem um inimigo. Ele quer lhe enganar. Ele quer lhe arrasar.

Nunca devemos subestimar o diabo. Ele é um adversário astuto e hábil. Ele teve muitos anos de experiência em lidar com a humanidade.

Eis porque há algumas coisas importantes que devemos lembrar sobre o diabo – coisas que ele não quer que saibamos.

Precisamos entender que Satanás não está nem perto de ser igual a Deus.

Deus é onipotente, o que significa que Ele é todo-poderoso.

Deus é onisciente, o que significa que Ele sabe todas as coisas. Deus é onipresente, o que significa que Ele está presente em toda parte.

Numa comparação direta, é preciso esclarecer que o diabo não tem nenhum destes atributos divinos. Embora ele seja muito poderoso, Satanás não é onipotente. Tampouco onisciente.

Ele não pode saber tudo o que você está pensando. O conhecimento dele é limitado.

Finalmente, ele não é onipresente. Enquanto Deus pode estar em todo lugar ao mesmo tempo, Satanás só pode estar em um lugar de cada vez.

E o mais importante de tudo isso que precisamos saber: o diabo foi derrotado na cruz.

Lá, ele perdeu o seu domínio sobre a vida dos seres humanos. Como cristão, você foi libertado pelo poder de Jesus Cristo.

Oração

Pai, agora sei que o diabo foi derrotado na cruz do calvário, mas sua influência continua sobre mundo e pode me atingir. Te peço Senhor que eu não seja enganado, e não me deixe levar pelos conceitos sutis do diabo ou pelo mal que há em mim, proveniente do pecado, que é um outro inimigo meu. Em nome de Jesus, amém