Uma Raiva Justa

Uma Raiva Justa

 

Então ele fez um chicote de cordas e expulsou todos do templo, bem como as ovelhas e os bois; espalhou as moedas dos cambistas e virou as suas mesas. – João 2:15

Jesus trouxe a mensagem de “ame seus inimigos” ao mundo e a demonstrou de tal maneira que algumas pessoas esqueceram de exemplos como esse, quando Jesus mostrou claramente raiva.

Jesus se indignou com a atitude maligna daqueles homens que haviam transformado a fé em comércio, dentro de um local que era pra ser dedicado a oração.

As atitudes daqueles homens eram uma prova clara da influência do diabo na história da religião.

A raiva ou ira pode ser uma emoção divina. Efésios 4:26 nos diz para “ficar com raiva (ira) e não pecar”.

Existe um tipo justo de raiva que não é pecado. No entanto, Efésios 4:26 continua dizendo: “Não se ponha o sol sobre a sua ira”.

Este texto não dizendo que você pode ficar com raiva durante o dia, desde que se arrependa na hora de dormir. Pelo contrário, fala de como lidar com esse tipo justo de raiva.

Por toda a Bíblia há conselhos para odiar o mal. (Sal. 45: 7; 119: 104,116; Pro. 8:17; Rom. 12: 9.) Quando vemos o inimigo matar, roubar e destruir, isso deve nos deixar com raiva!

A chave para distinguir entre uma raiva justa e uma raiva carnal é reconhecer quem ou o que é o objeto de nossa raiva.

A raiva divina é dirigida ao diabo sem consideração de si mesmo, mas a raiva carnal é egocêntrica e dirigida a pessoas que nos magoam ou ofendem de alguma maneira. (Ef 6:12.)

Se você está com raiva de alguém hoje, perdoe-o e entregue esse sentimento a Deus. Mas se você está furioso com o diabo por machucá-lo ou prejudicá-lo ou a outra pessoa, está totalmente de acordo com Jesus.

Lembre-se de que Jesus veio destruir as obras do diabo: “…Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo.” – 1 João 3:8.

Por esse motivo, ele derrotou Satanás e todos os demônios (Colossenses 2:15), e comprou paz e vitória total para você.

Descanse no Senhor, mas se mantenha alerta, porque a batalha espiritual continua sendo travada no mundo, mas a vitória já é certa em Cristo Jesus.